A Senda dos Olhos Entreabertos

2018

instalação

recortes de revistas, papel vegetal 180g, ponta-seca, caixas de luz com mini-motores, caixas de som, papel de parede, placas e molduras de madeira

220 x 220 x 10 cm

installation/ xerographies, magazine cutouts, tracing paper 180g, dry-point, light boxes with engines, sound boxes, wallpaper, wood plates and frames
220 x 220 x 10 cm

Abstratas Moradas | MUBA - Museu Belas Artes, em São Paulo (2018)

Créditos: Malu Kazi (fotos), Junae Andreazza (edição), Yllan Carvalho (filmagem)

A instalação A Senda dos Olhos Entreabertos (2018) é composta por imagens xerográficas feitas com a sobreposição de recortes de revistas, tendo como diretriz de composição a estrutura narrativa dos ícones bizantinos. A disposição em uma quina e o ambiente com pouca luminosidade correspondem a santuários domésticos e espaços íntimos de oração. As imagens, que estão aparentemente pretas e ocultas, são reveladas com o percorrer contínuo de um estreito feixe de luz por trás de cada uma delas. Esse ritmo acompanha o som de motores e cantos fúnebres. Tendo em vista os componentes da obra, bem como referências artísticas e teóricas, esta pesquisa investiga o potencial ritualístico das imagens no passado e no presente,as convergências e divergências entre os meios digitais e analógicos e os lugares da memória na contemplação das imagens sacras e na comunicação imagética contemporânea.

Este trabalho e o artigo correspondente foram apresentados no Bacharelado em Artes Visuais como trabalho de conclusão de curso.

The installation A Senda dos Olhos Entreabertos (The Path of the Half-opened Eyes, 2018) is composed of xerographic images made with the overlapping of magazine clippings, having as a compositional guideline the narrative structure of the Byzantine icons. The set in a corner and the low-key lighting environment correspond to domestic sanctuaries and intimate prayer spaces. The images, which are apparently black and hidden, are revealed by the continuous traversing of a narrow beam of light behind each of them. This rhythm accompanies the sound of engines and funeral songs. By considering the components of the artwork, as well as artistic and theoretical references, this research investigates the ritualistic potential of past and present images, the convergences and divergences between digital and analogical means and the places of memory in the contemplation of sacred images and in the contemporary communication through images.

This artwork and the corresponding article were attributed to the Bachelor of Visual Arts as a graduation conclusion project.

Artigo/Article

A Senda dos Olhos Entreabertos: A Imagem que aparece e o ritual que sobrevive

Nicole Koutsantonis | 2018 | Orientado pelo prof. Leandro Roman

Bacharelado em Artes Visuais | Centro Universitário Belas Artes de São Paulo