Mnemosine

2017

vídeo

5'23''

cor, áudio

*trecho

Mnemosine (2017) é uma videoperformance autobiográfica. Como artista brasileira neta de imigrantes gregos, este processo foi uma tentativa de estabelecer algum tipo de conexão com minhas ancestrais através de um traje e uma proposição mental. O ritual consistiu em:

(NO QUARTO)

- Vestir um traje tradicional grego do século XIX (como minhas bisavós);

(NO COMPUTADOR)

- Buscar arquivos, online e de forma rápida, sobre tudo que me viesse em mente sobre a Grécia.

 

Memória genética codificada. Identidade traduzida no tempo-espaço da máquina. Espaço de armazenamento insuficiente para uma cultura. Retrato impossível de tempos imemoriais simultâneos. Mnemosine.