Burn a Disk

2017

vídeo

9'58''

cor, áudio

​Burn a Disk (2017), é um ritual funerário de imagens no processo de escaneamento. O trabalho apresenta um paradoxo contemporâneo: o descarte de arquivos analógicos e o excesso da informação no mundo digital. Questões como a obsolescência de antigos fetiches, a relação entre imortalidade e virtualização, a representação de emoções mediadas por novos meios e narrativas elaboradas no universo dos hyperlinks. A criação de novas crenças, profecias e doutrinas, bem como a afetividade, a ilusão e o misticismo dentro desses santuários digitais, são um mergulho nos mecanismos difusos que estruturam e compõem a descontínua e reconstruída memória contemporânea.

MADA - 1ª Mostra Audiovisual do Barreiro

Belo Horizonte, Brasil | 2018

Créditos: Catálogo MADA